Definida a nova profissão do goleiro Bruno

Tendo passagem por Atlético-MG, Corinthians e Flamengo, o goleiro Bruno era um dos melhores de sua posição. Após os acontecimentos que levaram à sua condenação, o rapaz mudou os rumos da carreira. Depois de deixar a prisão, o agora ex-jogador tenta seguir a vida em uma nova profissão. Vale mencionar que o cargo tem relação com o mundo do futebol.

Recebendo liberdade condicional da justiça do Rio de Janeiro em 2023, Bruno tentou seguir como goleiro, mas a enorme rejeição dos clubes e torcedores diminuíram as chances do profissional voltar ao esporte. Por esse motivo, ele optou por se tornar um coach esportivo.

No novo emprego, o ex-arqueiro trabalha a parte mental de vários pessoas ligadas ao futebol, das mais variadas áreas e equipes. A nova função foi divulgada pelo próprio rapaz e, inclusive, recebeu a ajuda de alguns amigos através das redes sociais.

Bruno decide o que vai fazer nos próximos anos

Para desempenhar a função, o ex-atleta realizou uma série de cursos voltados à natureza de mentalidade e motivação esportiva. Como esperado, a tentativa de retornar ao mercado de trabalho foi questionada por alguns torcedores.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Tendo uma carreira bastante promissora, Bruno viu tudo desmoronar após a condenação do assassinato da modelo Eliza Samudio, em 2010. A decisão da justiça concedeu 22 anos de prisão pelo fato do futebolista ter participado do crime. Vale ressaltar que o corpo da mulher nunca foi encontrado.

Desde que saiu da cadeira e começou a cumprir a pena em regime semiaberto, o rapaz até tentou retomar a profissão em baixo das traves, mas não teve sucesso. Assinado com o Montes Claros, Boa Esporte, Poços de Caldas, Rio Branco, Atlético Carioca, viu a dificuldade em permanecer nos clubes e acabou se aposentando em 2021, aos 36 anos.

Comentários estão fechados.