Sem ninguém esperar, Flamengo resolveu contratar Henrique Ceifador

Há seis anos, o Flamengo anunciava a contratação do atacante Henrique Dourado, mais conhecido como ‘Ceifador’. Depois de ter brilhado com a camisa do rival Fluminense em 2017 ao marcar 32 gols em 59 jogos e ser o artilheiro da Série A do Campeonato Brasileiro, o jogador ‘virou a casaca’ e vestiu o Manto Sagrado na temporada seguinte até o início de 2019.

Na época, Henrique Dourado foi contrato pelo Flamengo para ser o substituto do peruano Paolo Guerrero, que tinha sido pego no antidoping e foi suspenso pela Fifa, e de Felipe Vizeu, que foi negociado com a Udinese, da Itália. Ao todo, a diretoria do Mengão pagou algo em torno de R$ 11 milhões para ficar com o atacante em definitivo.

Em sua primeira temporada pelo Flamengo, Henrique Dourado foi titular em boa parte do ano e marcou 12 gols em 40 partidas, mas sem conseguir repetir a mesma constância que demonstrou no Fluminense e não conquistou títulos. Logo no início de 2019, o Ceifador marcou duas vezes em três jogos até que foi vendido ao Henan Jianye, do futebol chinês.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Flamengo tirou Henrique Dourado do rival Fluminense em 2018

Ao longo da carreira, Henrique Dourado também atuou por outros times importantes do futebol brasileiro, como Santos, Palmeiras e Cruzeiro. Depois de ter deixado a Raposa em meados do ano passado para jogar a Série B do Campeonato Brasileiro pela Chapecoense, o Ceifador agora está disputando o Campeonato Paulista pela Portuguesa, time pelo qual soma um gol em quatro jogos.

Comentários estão fechados.