Ronaldinho Gaúcho pegou papel e caneta para assinar com o Manchester United

O astro brasileiro Ronaldinho Gaúcho fez história no futebol. A irreverência e qualidade do jogador despertaram o interesse do Manchester United, que tentou a contratação do craque, mas acabou recebendo uma negativa.

Enquanto ainda atuava no futebol, Ronaldinho Gaúcho era desejado pelo lendário treinador Alex Ferguson. O comandante tinha o sonho de ter o atleta no elenco dos ‘Red Devils’. Essa informação foi revelada pelo ex-zagueiro Rio Ferdinand, que concedeu entrevista ao podcast britânico “The Obi One”.

Além disso, Ferdinand falou que após não conseguir contratar o brasileiro, o Manchester United trouxe Cristiano Ronaldo, em 2003. O jovem português também escreveu uma bela história no clube da Inglaterra.

Ronaldinho Gaúcho quase vestiu a camisa dos diabos vermelhos

“Lembro-me que estivemos perto de contratar o Ronaldinho, mas ele preferiu o Barcelona quando deixou o PSG”, revelou o ex-zagueiro do United.

“Nós fomos à inauguração do estádio do Sporting, em Lisboa. O Cristiano Ronaldo jogou, e o resto é história. O Cristiano teve sorte pelo fato de o United tê-lo contratado. Foi apenas pela desilusão de não ter conseguido o Ronaldinho naquela época”, concluiu Ferdinand.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apesar do interesse do United, Ronaldinho Gaúcho trocou o PSG pelo Barcelona. Pelo clube da Catalunha, o meia foi eleito duas vezes o melhor jogador do mundo e conquistou uma Champions League.

Por sua vez, Cristiano Ronaldo também teve grande destaque pelo time de Manchester. O ‘gajo’ marcou 118 gols em 239 jogos na sua primeira passagem pelo clube inglês, sendo eleito uma vez o melhor jogador do mundo e conquistando a ‘orelhuda’.

Depois de marcar o nome no futebol europeu, Ronaldinho Gaúcho retornou ao Brasil e continuou sua trajetória vencedora. O craque foi destaque e trouxe o título inédito da Copa Libertadores da América ao Atlético Mineiro em 2013.

Comentários estão fechados.