Urgente: Botafogo vai à Justiça e rebaixamento do Santos pode ser anulado

O dono da SAF do Botafogo, John Textor, promete ir à Justiça Comum como uma forma de investigar a arbitragem no Campeonato Brasileiro. O empresário dos Estados Unidos se sentiu prejudicado ao longo da competição e acredita numa manipulação de resultados, o que interferiu, inclusive, em outros times, como o rebaixado Santos.

Nesta semana, o jornalista André Rizek, apresentador do programa ‘Seleção SporTV’ que John Textor não pretende desistir da iniciativa e promete ir atrás do processo. O Botafogo pode ser punido caso o empresário vá à Justiça Comum, correndo o risco até de ser excluído do Campeonato Brasileiro.

“Ele vai para o ataque. Ele está sendo processado pela CBF por dizer que há corrupção, mas ele vai dobrar a aposta. O relatório da Good Game! não fala só do Brasileirão deste ano, fala do ano passado também. Ele vai dobrar a aposta. Ele vai levar esse relatório, que ele, Textor, acha que é robusto, apontando muitos erros de arbitragem”, declarou André Rizek.

John Textor vai à Justiça por causa de erros contra o Botafogo

Na opinião do jornalista, o relatório feito pela empresa Good Game! é complexo, embora não deixe claro que houve, de fato, manipulação de resultados na Série A do Brasileirão. Mesmo assim, John Textor não quer desistir da ação depois de ter visto seu Botafogo perder o título nas últimas rodadas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Eu li o relatório inteiro. Vários dos lances que apontam como “erro claro”, foram tratados como acertos pelos comentaristas de arbitragem. Vários comportamentos que a empresa deu como “estranhos”, não vimos nada demais. É um relatório de uma empresa contratada por ele, que já presta serviços no Lyon, e ele vai levar esse relatório para a Justiça Comum”, concluiu.

Comentários estão fechados.