Reunião interminável entre Braz e Tite pode marcar fim de ciclos no Flamengo

Segundo informações do GE, o técnico Tite teve uma longa conversa com Marcos Braz, vice-presidente de futebol do Flamengo, na manhã desta quarta-feira (11). O encontro entre o novo comandante do Mais Querido e o dirigente abordou diversos temas relacionados ao futuro do clube.

Entre os pontos discutidos, destaca-se a busca por aprimorar as instalações do centro de treinamento do Ninho do Urubu. Tite, conhecido por sua atenção aos detalhes, prioriza a qualidade do gramado nos locais de treinamento, e esse aspecto foi abordado na reunião.

Além disso, a metodologia e a programação de treinamentos também estiveram em pauta. Tite e Marcos Braz debateram questões como os horários das sessões de treinamento, com a definição de que estas ocorrerão às 14h30 (horário de Brasília), proporcionando um ajuste na rotina dos jogadores.

Com a responsabilidade de preparar o Flamengo para o próximo compromisso no Campeonato Brasileiro, Tite terá oito dias de trabalho antes do confronto contra o Cruzeiro, marcado para o dia 19 de outubro, no Mineirão, em Belo Horizonte. O jogo é válido pela 27ª rodada do Brasileirão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Tite teve reencontro tranquilo com Gabigol

Pela primeira vez desde que provocou Tite em praça pública após não ser convocado para a Copa do Mundo do Qatar em 2022 o atacante Gabigol voltou a se encontrar com o treinador na última segunda-feira (10), quando o mesmo foi apresentado aos atletas do Flamengo.

Segundo informações do portal Coluna do Fla, este tema sequer foi abordado entre os dois, que se cumprimentaram normalmente com um clima de camaradagem e descontração. Ainda de acordo com o site o entendimento é de que o ocorrido é pequeno e já ficou no passado.

Fato é que os dois já são velhos conhecidos e trabalharam juntos na Seleção Brasileira, onde disputaram a Copa América de 2020 e as eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. O melhor momento de Gabriel sob o comando de Tite foi na competição continental, onde foi titular em boa parte da campanha que culminou com o vice-campeonato para a Argentina.

Comentários estão fechados.