Jogador de rival do Flamengo é acusado de abusar mascote do próprio clube

O lateral-direito Hugo Mallo, atualmente no Internacional, está envolvido em um caso grave de acusação de abuso sexual, que remonta ao ano de 2019, quando o jogador ainda atuava pelo Celta de Vigo.

O incidente teria ocorrido no dia 24 de abril daquele ano, no estádio Cornella-El Prat, antes de um jogo entre Espanyol e Celta de Vigo. A notícia foi divulgada pelo jornal espanhol As nesta última terça-feira, 30.

Rival do Flamengo abusou de mascote de clube espanhol

Conforme as informações, o suposto abuso aconteceu durante o protocolo de cumprimentos entre os jogadores das equipes, momentos antes do início da partida. A vítima, que estava vestida como mascote do Espanyol, uma fantasia de passarinho, relatou que Mallo teria agido de maneira inapropriada, colocando as mãos sob a fantasia e tocando seus seios. O relato da vítima, que foi identificada pelo pseudônimo “Ana” para preservar sua identidade, descreve que o jogador agarrou seus seios e fez movimentos com as mãos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Hugo Mallo foi convocado para prestar depoimento no Tribunal Penal número 19 de Barcelona em 11 de julho. A audiência inicial, marcada para 25 de maio, foi adiada. Na atual temporada, o jogador tem uma participação discreta no Colorado, tendo sido titular apenas em uma partida, no empate com o São Luiz-RS, e ficando no banco de reservas nos outros dois jogos da equipe em 2024.

Este caso levanta sérias preocupações e destaca a importância do respeito e da ética profissional no ambiente esportivo. O processo legal em curso será fundamental para esclarecer os fatos e determinar as devidas responsabilidades.

Comentários estão fechados.