Segovinha acaba de ser mandado embora do Botafogo: Destino é surpreendente

De última hora, Segovinha foi negociado pelo Botafogo e deixou o alvinegro. Devido à chegada de Luiz Henrique, que estava no Betis (ESP), Matías Segovia foi emprestado pelo clube carioca ao RWD Molenbeek, time de John Textor na Bélgica. A transação aconteceu na quinta-feira (01), último dia de transferências na Europa.

A contratação do ex-Fluminense faria Segovinha perder espaço no elenco. O camisa 19 ficará até junho na Bélgica, quando a temporada europeia acaba. A notícia foi publicada pelo portal “Sudinfo” e confirmada pelo ‘ge‘.

O jovem de 21 anos foi anunciado em abril de 2023 pelo Botafogo. Apesar do começo animador, o atleta foi caindo de rendimento e, nunca conseguiu se firmar entre os titulares. O ponta-direita deixa o fogo tendo realizado 29 partidas, mas não balançando as redes.

Segovinha está fora e outro deve assumir a vaga

No próximo sábado o paraguaio viaja à Bélgica para realizar exames e assinar o novo contrato. O RWD Molenbeek é comandado por Cláudio Caçapa, que treinou o Botafogo de forma interina em quatro jogos no ano passado. Os belgas já confirmaram o negócio pelas redes sociais.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Além de Segovinha, outros jogadores do alvinegro foram cedidos ao time de John Textor, sendo eles: Carlos Alberto, Philipe Sampaio e Sousa.

O glorioso adquiriu o jovem que estava no Guaraní (PAR) por 1,5 milhão de dólares (R$ 7,3 milhões). Vale destacar que a torcida do fogão até criou uma música para o camisa 19. Entretanto, o atleta terminou o Campeonato Brasileiro em baixa.

Esta não é a primeira vez que Textor manda um jogador do alvinegro para um de seus clubes. Vários nomes já foram envolvidos nesse tipo de acordo, além de Segovinha. A exemplo de Lucas Perri e Adryelson, que foram para o Lyon (FRA) neste início de temporada.

Comentários estão fechados.