Renato Portaluppi confirmou se vai treinar a Seleção Brasileira

Sempre polêmico e sincero nas respostas, Renato Portaluppi não escondeu se treinaria a Seleção Brasileira caso recebesse o convite da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

A pentacampeã do mundo já está sob o cargo de Dorival Júnior, que recentemente teve passagem por Flamengo e São Paulo. Apesar disso, Renato Portaluppi concedeu entrevista ao ‘Abre Aspas’, do ‘GE’ e falou tudo sobre a possibilidade de treinar a ‘amarelinha’. O técnico disse que não aceitaria assumir no atual cenário.

“Cara, eu vou te falar uma coisa. Vou te falar sinceramente, se eu fosse chamado para a seleção agora, eu não iria. Com todo o respeito. Nessa bagunça eu não vou entrar não. A seleção brasileira é meu sonho, mas a CBF tem que tomar vergonha na cara. A verdade é essa”, iniciou o sulista de 61 anos.

Renato Portaluppi diria não caso fosse convidado para assumir

É importante frisar que Renato Portaluppi não recebeu nenhum convite da entidade para assumir o cargo antes do convite feito à Dorival Júnior. Ele ainda reforçou que a CBF precisa de mudanças.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Eu não quero chegar na seleção brasileira e ser mais um. (…) Nessa bagunça, eu estou fora. Graças a Deus ninguém me chamou. Eu não iria. Do jeito que está a situação na CBF, independente de quem quer que seja o presidente da CBF, mas ela tem que tomar vergonha na cara. Para o bem do futebol brasileiro”, continuou o comandante gremista.

Por fim, Renato Portaluppi concluiu dizendo que não abre conversas com um clube ou Seleção para aceitar proposta se a equipe ainda tiver um técnico no comando.

“Eu não trato com ninguém de qualquer clube enquanto o clube ou a seleção brasileira tiver treinador. Eu vou respeitar. Se alguém me procurar, pode me esquecer. Quer me contratar tem que estar sem treinador. Eu não vou sacanear colega de profissão”, finalizou.

Comentários estão fechados.